SINDIPREV SE REÚNE COM COORDENADOR DE RH DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

TCU pretende desaponsentar servidores que utilizaram período insalubre

16/10/2020 19h:32

No intuito de compreender e deliberar sobre a exclusão das rubricas do PCCS e URP dos contracheques, o Coordenador Geral do SINDIPREV SERGIPE, Joaquim Antonio, acompanhado dos diretores Ulisses Freitas, Wágner Queiróz, Luiz Carlos Vilar, Marcos Jefferson, Tonho Ribeiro e do vereador Isac Silveira, se reuniram, em caráter de urgência, com o Chefe da Seção de Gestão de Pessoas, Rondinele Rodrigues dos Santos, para tratar do tema.

O Chefe de RH, Sr Rondinele, nos informou sobre a “decisão” do TCU em considerar ilegal as rubricas, além da insalubridade utilizada para contagem de tempo para aposentadoria, podendo obrigar ao retorno de servidores para o cumprimento do tempo exigido.

O SINDIPREV SERGIPE, considera ilegal e imoral a decisão do GOVERNO em descumprir as decisões judiciais e punir servidores que já estão aposentados há décadas, além de retirar as rubricas de PCCS e URP de todos os servidores.

Após a reunião, o vereador Isac Siveira se comprometeu em reunir com Deputados Federais da bancada sergipana para juntos ao SINDIPREV, atuar politicamente em Brasília para que a ação do Governo seja enterrada. Além desta ação, a AGU será oficializada sobre a incompetência do Governo, através do TCU, em retirar direitos dos servidores conquistados no Poder Judiciário.

Todas as ações do SINDIPREV serão com base na relação de filiados da entidade, conforme deliberação em plenária.

Por: Marcos Jefferson (DRT/SE 376)

O SINDIPREV SERGIPE NÃO PARA E NÃO FOGE À LUTA

Gestão 2020/2024

Coordenador Geral: Joaquim Antonio